Mais casos de dengue e chikungunya no Triângulo Mineiro são divulgados em boletim do Estado
12/06/2017
Perguntas Frequentes sobre Controle de Pragas – parte 2
14/06/2017
Exibir tudo

Perguntas Frequentes sobre Controle de Pragas

barata morta por ação da dedetização de ratos baratas cupins

1. Posso livrar-me das pragas sozinho?

Existem muitos métodos que pode usar para desencorajar e eliminar pragas. A base de qualquer controle de pragas começa com melhorias no saneamento e eliminação das condições propícias à infestação de pragas. Isso pode ajudar na resolução do seu problema, mas muitas das vezes será necessário acompanhamento profissional para se livrar do problema.

2. As substâncias químicas são a única solução para o meu problema de pragas? Elas apresentam riscos para a saúde?

Químicos são muito raramente a única solução e podem representar um risco para a saúde se não foram utilizados correctamente. É por isso que é essencial apenas lidar com profissionais licenciados e qualificados. O pesticida pode ser uma parte da solução, mas o objectivo é alcançar o controle com o mínimo de risco ou perigo para o cliente e o meio ambiente.

3. A minha casa vai cheirar após o tratamento?

Na maioria dos casos, há pouco ou nenhum cheiro associado com os serviços que prestamos.

4. A Extermínio oferece tratamentos “verdes” ou não-químicos?

Usamos as técnicas de Gestão de Pragas Integradas (IPM) para garantir que usamos o mínimo de material necessário para eliminar com sucesso a praga alvo. Isso começa com uma inspecção completa. Com base nos resultados da inspecção, as estratégias incluem tratamentos não químicos prioritariamente.

5. Em quanto tempo podem começar a tratar a minha casa?

Na maioria das vezes, podemos ter um técnico para sua casa ou empresa dentro de um dia.

6. Quanto tempo demora a visita de serviço?

A duração do serviço irá variar dependendo da praga e nível de infestação, mas normalmente o serviço demora cerca de 45 minutos a uma hora.

7. Minha família terá que sair de casa durante o tratamento?

Na maioria das vezes não, mas dependentemente da praga e do grau de infestação, as recomendações de segurança (sempre postas em primeiro lugar) poderão exigir afastamento dos familiares e animais. No entanto, a empresa tem métodos que poderão evitar estes incómodos em casos de absoluta necessidade.

Fonte: Dnoticias.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *