Quem tem medo de aranhas?
23/08/2016
Mosquitos da malária estão evoluindo para uma nova espécie
27/08/2016
Exibir tudo

Quantos insetos há na Terra?

Se você está falando sobre um enxame de abelhas zumbindo, um aglomerado de borboletas sugando néctar ou um ninho debaratas escondido no canto de sua casa, os insetos são, sem dúvida, muito numerosos.

Cientificamente falando, o termo “inseto” denota um membro da classe Insecta. Resumidamente falando, um ser que apresenta uma cabeça, um tórax, um abdômen, três pares de pernas e um par de antenas,  muito provavelmente é um inseto. Então, quantos são eles?

Esta parece ser uma pergunta sem resposta por uma boa razão: nós nem sabemos ao certo quantas espécies diferentes de insetos existem, o que torna muito difícil fazer um censo que inclua todos eles, de acordo com David Hogg, professor de entomologia da Universidade de Wisconsin-Madison e especializado em populações ecológicas e manejo de pragas.

Acrescente ainda a esta tarefa monumental a brevíssima vida de um inseto, como um inseto adulto efemérida – que vive  meras 24 horas – e você terá sérias dificuldades físicas para contar todos os insetos que povoam o ar do planeta neste exato momento [fonte: Turpin – em inglês]. Mas se você estiver realmente a fim de cumprir esta tarefa, pode ter mais sorte contando as  formigas rainhas, cupins e uma variedade de abelhas, que podem governar suas colônias durante anos. Uma rainha cupim, por exemplo, pode reinar por mais de meio século [fonte: Turpin – em inglês].

É claro que os entomologistas estão interessados não somente nas classes que dominam o mundo dos insetos, de modo que eles desenvolveram uma maneira – nada moderna – para contar e classificar os insetos presentes em determinada área.

A técnica utilizada para mensurar a biodiversidade pode surpreendê-lo. Um grupo de cientistas procurou descobrir quantas diferentes espécies de insetos habitavam duas diferentes regiões. Para coletar os dados iniciais, eles usaram o pára-choque dianteiro de um veículo em movimento. O que “restou” dos insetos que se chocaram com o pára-choque continha a evidência genética de vários insetos. Os cientistas então fizeram o seqüenciamento de amostras de DNA e compararam o resultado com uma sequencia de dados de insetos existentes na região [fonte: Calicchia].

O método não é perfeito, mas ele serve para classificar, e não quantificar, essa massa de insetos.

Os cientistas que conduziram o experimento descrito na página anterior não tentaram coletar uma amostra de cada espécie de inseto que há na Terra, mas eles foram capazes de compreender melhor a diversidade existente entre duas regiões distintas dos Estados Unidos. E aquele pára-choque? Ele rendeu 711 amostras de 1.516 membros da classe Insecta em duas diferentes regiões testadas [fonte: Calicchia].

Globalmente, os cientistas identificaram cerca de 925 mil espécies de insetos, segundo Hogg, professor de entomologia. Estes mesmos cientistas estimam a existência entre duas e 30 milhões de espécies. Porém, a estimativa que a grande maioria das pessoas concorda gira em torno de 5 milhões, então os biólogos ainda precisam identificar cerca de 80% do número total estimado de espécies [fonte: Hogg]. Você pode imaginar as complicações e incertezas ainda maiores em se tratando de estabelecer um número individual de insetos.

Então, se você é um entomologista determinado a deixar o nome na história, é melhor tentar descobrir uma ou duas novas espécies. Onde você deve procurar? Os trópicos são os lugares do mundo mais populosos em termos de insetos e ambientes tropicais próximos ao Equador também possuem uma grande diversidade animal e vegetal [fonte: Hogg]. As formigas são provavelmente as espécies de insetos mais abundantes da Terra, segundo Hogg. Nos trópicos, a biomassa (peso) total das formigas é maior do que todos os mamíferos combinados.

Contando insetos
©iStockphoto.com/Ismael M. Verdú
Diferentes espécies de borboletas

Os Estados Unidos também possuem um grande número de insetos. A pesquisa de Hoggs por pulgões (afídeos) e espécies de insetos que se alimentam de soja, levou ao Centro-Oeste. De acordo com Hogg, no auge do verão,uma única planta de soja pode abrigar 2 mil pulgões. Em um único acre cabem 20 mil plantas de soja, e no Centro-Oeste dos Estados Unidos há perto de 40 milhões de acres com plantas de soja. Em outras palavras, há um número exorbitante de afídeos! Mas isso são só pulgões. Você chegou até aqui para saber quantos insetos há na Terra, então não vamos te deixar decepcionado.

O número estimado de insetos individuais atualmente rastejando ou voando em nosso planeta é de cerca de 10 quintilhões, ou o número “10” seguido por 18 zeros, de acordo com o entomologista Dr. E.O. Wilson [fonte: Smithsonian Institute]. Isso significa que existem cerca de 2 bilhões de insetos para cada ser humano, e assumindo que há 5 milhões de espécies de insetos, significa ainda que cada espécie tem aproximadamente 50 trilhões de insetos individuais [fonte: Hogg].

Fonte: HSW

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *