Ratos. Algumas dicas para combater e evitá-los.
29/09/2016
Por que os insetos são atraídos pela lâmpada?
01/10/2016
Exibir tudo

Lixo atrai animais perigosos e dissemina doenças graves

As altas temperaturas da estação associadas ao acúmulo de lixo e de, principalmente, material orgânico e animais mortos são fatores que contribuem para a disseminação de diversas doenças e de minúsculos animais, geralmente perigosos.

Rosa Gonçalves da Cruz, que no momento responde pelo Centro de Controle de Zoonoses de Bauru, explica que, nesta época, o surgimento de doenças e de animais peçonhentos nos quintais próximos a terrenos que possuem lixo acumulado aumenta.

“Esses animais não aparecem nesses locais por acaso. Eles vivem em busca de alimento, água e um lugar para morar e se reproduzir e esses terrenos onde existe lixo depositado a céu aberto são o local preferido deles”, explica.

Além da leishmaniose, transmitida pelo mosquito palha, alguns pernilongos, dependendo da espécie, são capazes de transmitir a dengue, malária e febre amarela, entre outras doenças. A picada de um escorpião pode chegar a matar uma pessoa. O carrapato, especialmente o “estrela”, é o responsável pela transmissão da febre maculosa. As baratas, por sua vez, são disseminadoras de várias doenças.

De acordo com Cruz, a solução para esse tipo de problema está na conscientização das pessoas. “Tem gente que não acumula lixo no quintal, mas joga duas ou três quadras à frente da sua casa; dá na mesma”, avisa.

Em se tratando de lixo, uma coisa puxa a outra. Lixo traz baratas, que é o prato predileto de escorpiões e aranhas, que por sua vez atraem as serpentes. “Se a população não depositasse lixo em lugar errado, a cidade, e principalmente quem vive nos bairros, estaria livre de diversas doenças e vários animais”, enfatiza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *